Antecipar recebíveis ou pegar empréstimo

Antecipar recebíveis ou pegar empréstimo: qual devo escolher

Muitas vezes, devido a oscilações no fluxo de caixa ou períodos sazonais desfavoráveis, o equilíbrio financeiro da instituição passa por problemas severos. Nesses momentos, torna-se necessário tomar decisões que, à primeira vista, podem parecer desfavoráveis, para que se possa manter a continuidade das operações.

A necessidade de obter uma maior quantia, de forma rápida, faz com que o gestor financeiro cogite algumas possibilidades para conseguir resolver a questão sem gerar maiores prejuízos. E duas opções são a antecipação de recebíveis e o empréstimo.

Qual delas é a melhor opção para seu negócio? Continue lendo e tire suas dúvidas sobre o assunto.

O que é antecipar recebíveis?

Antecipar recebíveis diz respeito a ação de utilizar duplicatas de vendas a prazo ou, até mesmo, vendas parceladas no cartão de crédito e cheques pré-datados para receber os valores antes do período no qual a dívida seria acertada.

Basicamente isso é feito por meio da cessão do crédito para uma organização especializada em cobranças de dívidas, de forma que ela pague o valor para sua empresa e ela seja responsável por cobrar essa dívida posteriormente.

Por exemplo, se você tem uma carta de crédito de um cliente, você pode cedê-la para uma factoring, que será ela a responsável por cobrar a dívida da pessoa.

Nesse caso, a empresa pode cobrar uma taxa de prestação do serviço pela aquisição, bem como taxas de juros para o desconto dos valores.

Quais suas diferenças para pegar empréstimo?

Antecipar recebíveis não é o mesmo que pegar empréstimos. No primeiro caso, você está obtendo um valor que, de fato, pertence a sua empresa, apenas antecipando seu recebimento, pagando uma taxa por essa possibilidade.

Já o empréstimo é um crédito que sua empresa obtém junto a uma instituição financeira de confiança, obtendo um dinheiro que, na verdade, não é dele. Tal como o nome sugere, ele está pegando emprestado um crédito que será pago à instituição posteriormente.

No caso do empréstimo, o banco ou instituição faz uma avaliação do risco caso seu negócio não pague o que foi acordado, correndo o risco de não ser aprovado. No caso da antecipação de recebíveis, o risco de ter uma resposta negativa é muito menor, já que envolve bem menos riscos.

Outro ponto que diferencia a antecipação de recebíveis e pegar empréstimos são as taxas de juros cobradas por operação. O valor é bem mais alto no empréstimo, de forma que o seu negócio pagará uma quantia muito acima do solicitado no final do período de pagamento.

Antecipar recebíveis ou pegar empréstimo, qual devo escolher para minha empresa?

Diante do que falamos, qual é a melhor opção? A antecipação de recebíveis ou um empréstimo? A antecipação fornece uma maior segurança para todos os envolvidos, principalmente por ser uma operação com risco baixíssimo.

Além disso, é um recurso rápido, que pode ser solicitado em situações de emergência junto a uma factoring ou instituição especializada nesse tipo de serviço.

O empréstimo, em contrapartida, é uma operação com maior risco e, portanto, não é liberado para todos os solicitantes dentro dos valores estipulados. Além disso, as chances de comprometimento do fluxo de caixa do negócio são maiores, o que pode colocar em xeque a saúde orçamentária do seu negócio.

Diante disso, é possível perceber que a antecipação de recebíveis pode ser uma solução mais segura, eficiente e com menor risco de problemas para a saúde orçamentária do negócio.

Tem interesse em aproveitar a antecipação de recebíveis para melhorar o fluxo de caixa e o capital de giro do seu negócio? Entre em contato com a Casa de Factoring e saiba mais sobre esse tipo de serviço.

Adicionar comentário