Etapas da Gestão Orçamentária

A gestão orçamentária é muito importante para qualquer empresa, para atingir metas e garantir a permanência no mercado. Ela especifica etapas que devem ser cumpridas para que a empresa cresça com sucesso.

As etapas da gestão orçamentária envolvem assuntos como planos de orçamentos, projeção de cenários e acompanhamento de resultados.

O que é gestão orçamentária?

A gestão orçamentária é uma atividade necessária para garantir a saúde financeira de um empreendimento. Ela deve ser feita anualmente e precisa ser analisada constantemente para determinar a direção de acordo com a necessidade.

Resumindo, gestão orçamentária é a definição de onde se pretende chegar utilizando instrumentos para realizar a supervisão processo. Mas para fazer a gestão orçamentária é preciso seguir algumas etapas. Essas etapas são divididas em 4 fases:

  • Plano orçamentário;
  • Simulações de cenários;
  • Acompanhamento orçamentário;
  • Revisão orçamentária.

Examinaremos cada uma dessas etapas de forma detalhada.

Plano Orçamentário

A etapa do plano orçamentário acontece quando a empresa faz uma pesquisa prévia de todos os dados e informações, especificando as premissas orçamentárias conforme o seu plano tático para os próximos anos.

Em resultado desse procedimento, ocorre o planejamento financeiro de receitas, investimentos e despesas da companhia, dos quais os principais são:

  • Projeção de faturamento;
  • Projeção de custos variáveis;
  • Projeção de deduções de vendas;
  • Orçamento de gastos com pessoal;
  • Orçamento de gastos operacionais;
  • Orçamento de investimentos operacionais;
  • Levantamento da necessidade de capital de giro.

Em algumas empresas hoje em dia, acontece o orçamento colaborativo, onde cada supervisor faz o orçamento de todas as despesas da sua própria repartição. Deste modo, a formação orçamentária acontece muito mais rápida.

Simulação de Cenários

A simulação de cenário ocorre a contar da vistoria de cada planejamento financeiro. É no momento que a companhia gera variações e faz a simulação de possibilidades para antever acontecimentos e circunstâncias e dessa forma, atuar de modo cuidadoso em suas operações.

De modo geral, as companhias criam 3 cenários, sendo eles: realista, pessimista e otimista. Dessa forma, quando houver uma oportunidade de se fazer um grande investimento, a direção tem como avaliar as consequências antecipadamente.

Acompanhamento Orçamentário

Nesta etapa, é preciso focalizar os resultados. Visto que a empresa elaborou o seu orçamento, fez estimativas de cenários e aprovou um plano orçamentário, é necessário ter medidas para acompanhar o crescimento da empresa, de modo que fique garantido que as metas determinadas estão sendo cumpridas.

Nesse sentido, são usados 3 instrumentos de gestão:

  • Relatórios gerenciais;
  • Análises gráficas;
  • Indicadores de desempenho.

É por meio desses instrumentos que as empresas atuam conforme as informações, indo adiante da opinião pessoal dos diretores. Isso passa mais segurança as operações com mais probabilidade de sucesso.

Assim, é possível verificar a relação com o crescimento dos números e fazer a comparação entre o que foi feito e o que foi programado, passando para a equipe encarregada uma visão geral do funcionamento da empresa.

Revisão Orçamentária

Nessa etapa, acontece uma nova análise das metas determinadas na fase do planejamento, conforme uma nova fase. É importante salientar que o plano orçamentário deve ser posto em prática do modo como foi acertado, mas precisa de vez em quando passar por alguma mudança.

Isso é necessário devido as empresas e o mercado de modo geral, estarem sempre suscetível a ações externas, impondo que as metas fiquem ajustadas a novas circunstâncias. Quando ficar claro, que o plano atual não é mais conciliável com as metas que a empresa deseja atingir, o melhor a fazer é a revisão orçamentária. Isso vai dar mais segurança a empresa para rever suas ideias e se manter no caminho do crescimento.

Adicionar comentário