financiamento para empresa

Financiamento Para Empresa | A Escolha Certa Para Suas Necessidades

Antes de pedir financiamento para empresa, analise as reais necessidades. Medidas como o desenvolvimento de um plano de negócios podem ajudar na decisão de tomar ou não um financiamento.

Para saber com precisão se necessita ou não de financiamento para seu negócio, o empresário deve questionar: Por que existe a necessidade do financiamento? O empresário deve compreender os motivos que o levaram a buscar financiamento.

Para isso é aconselhável ao empresário desenvolver um plano de negócio, de modo a orientá-lo gerencialmente na decisão de investimento. Mensurar quais os valores dos investimentos fixos e de capital de giro, quais os resultados decorrentes, qual a origem e a aplicação dos recursos.

Importante: um plano de negócio, por melhor que seja, não garante a liberação de recursos pelo agente financeiro.

Outro fator relevante é definir corretamente qual o montante do financiamento para empresa que realmente você necessita. É fundamental que descreva as máquinas, os equipamentos, veículos, móveis e utensílios nos quais vai investir e quais os seus respectivos preços. Caso não encontre uma boa razão para usar o financiamento, deve fugir dele!

financiamento para empresa

Financiamento para Empresa

Verificar as possibilidades de crédito é fator decisivo para um financiamento planejado, que não impacte negativamente na rotina financeira da empresa. Pesquisar as alternativas de financiamento existentes e quais se encaixam nas necessidades do negócio é fundamental.

Para começar, o empresário deve procurar seu banco de relacionamento e conhecer as possibilidades de financiamento para empresa ou pesquisar no mercado financeiro as ofertas que melhor irão atendê-lo a curto, médio e longo prazo.

Existem várias formas de financiamento. Entre elas pode-se citar:

Autofinanciamento

O autofinanciamento é uma das formas de alavancar recursos para a atividade empresarial. Algumas possibilidades:

  • Negociar prazos mais dilatados com fornecedores;
  • Negociar prazos mais curtos com clientes;
  • Reinvestir o lucro do negócio ao invés de retirá-lo.

Financiamento próprio ou interno

O financiamento próprio é assegurado pelos próprios membros na forma de capital social, quando constituem a empresa e o financiamento para empresa interno é gerado pela atividade da empresa e expresso na forma de benefícios não distribuídos que se acumulam.

Há também financiamento interno nas provisões para as amortizações acumuladas do ativo imobilizado e nas provisões despesas ou perdas futuras previsíveis e realizáveis.

Factoring

O direito de cobrar os créditos comerciais da empresa (notas, recibos, notas promissórias, faturas) é transferido para a instituição de crédito (fator), que se encarregará de todos os procedimentos de cobrança e assumirá o risco em troca de uma comissão e alguns interesses que serão cobrados com base no tempo restante, até a expiração.

O factoring é feito normalmente com notificação e os pagamentos são efetuados diretamente ao factor. Ademais, em sua maioria, as vendas de duplicatas a um factor são feitas sem opção de recurso. Isso significa que o factor concorda em aceitar todos os riscos de crédito. Se as duplicatas forem incobráveis, terá que absorver as perdas.

Em geral, o factor não paga a empresa o total de uma só vez e imediatamente. Ela paga de forma parcelada, de acordo com o faturamento da empresa, num período que se estende até a data da cobrança da duplicata.

Há casos em que parte do dinheiro só é liberado ao cliente após o desconto da duplicata. O factor geralmente abre uma conta semelhante à conta corrente bancária para cada um de seus clientes e deposita dinheiro na conta da empresa, ou conforme contrato, ao qual pode sacá-lo livremente.

CLIQUE AQUI E SIMULE UMA ANTECIPAÇÃO DE SEUS RECEBÍVEIS


Financiamento externo

Eles são todos os recursos que vêm de fora das fontes da empresa e podem ser de diferentes tipos, dependendo de sua origem: Financiamento Bancário, Finanças através de mercados organizados, Financiamento para empresa por instituições e agências de financiamento público, através de outros tipos de canais alternativos.

O financiamento de instituições de crédito são aqueles que vêm de entidades que conhecemos como bancos, caixas econômicas e pawnbroking ou cooperativas de crédito, que são instituições financeiras que oferecem financiamento bancário de vários tipos.

É necessário diferenciar entre financiamento bancário de longo prazo e financiamento bancário de curto prazo, uma vez que existem diferentes produtos financeiros, dependendo do prazo de pagamento.

Empréstimo bancário

A instituição financeira empresta à empresa uma certa quantia de dinheiro, com garantia pessoal ou real, por um período de tempo específico e a uma taxa de juros acordada por ambas as partes.

Os empréstimos são geralmente usados ​​para investimentos de expansão, compra de bens de investimento ou o lançamento de novos projetos importantes.

financiamento para empresa

Linha de Crédito

Consiste em uma linha de crédito com a qual a entidade permite que você tenha uma quantidade de fundos durante um período de tempo e com o qual você só paga juros pelo valor e tempo dos fundos alienados. É ideal quando não sabemos exatamente quanto de financiamento vamos precisar.

Descoberto na conta corrente

Ocorre quando o banco permite que você descarte o saldo negativo em dinheiro. Ele deve ser autorizado pela entidade e geralmente cobra juros e comissões, pois os números em vermelho são uma perda de prestígio para a empresa e um incômodo para o banco. No entanto, em momentos de dificuldade, pode dar-lhe liquidez imediata para sair de um momento difícil e é por isso que você deve ter isso em mente.

Uso de Estoque como Colateral

Nos ativos circulantes da empresa, o estoque é o colateral mais desejável após as duplicatas, em face da sua negociação no mercado por valores similares ao seu valor contábil, que é usado para fixar seu valor como colateral.

A característica mais importante do estoque a ser considerado como colateral para empréstimo é a sua negociabilidade, a qual deve ser analisada à luz de suas propriedades físicas.

Um armazém de produtos perecíveis, como pêssegos, pode ser bastante negociável. Porém, se o custo de armazenar e vender os pêssegos for muito elevado, poderá não ser um colateral desejável.

Ao avaliar estoques como colateral para financiamento para empresa, o credor se interessa por itens com preços de mercado muito estáveis, que possam ser liquidados facilmente e que não apresentem propriedades físicas indesejáveis, como rápido obsoletismo, fragilidade, dificuldade de armazenamento.

Empréstimos com Alienação

Este é o tipo de financiamento para empresa onde um credor poderá estar disposto a garantir um empréstimo com alienação de estoque, se uma empresa tiver um nível estável de estoque que consista num conjunto diversificado de mercadorias, e desde que cada item não tenha um valor muito alto.

Já que é difícil para um credor verificar a existência do estoque, geralmente ele adiantará valores inferiores a 50% do valor contábil do estoque médio.
Empréstimos com alienação são muitas vezes exigidos pelos bancos comerciais como garantia extra. Eles podem ser obtidos também junto a financeiras.

Debêntures

As debêntures são títulos de dívida, cuja venda permite a obtenção de financiamento para empresa, de modo geral, para as suas atividades, ao contrário de muitas linhas de empréstimo e financiamento existentes no Brasil, principalmente os chamados fundos especiais, que exigem um projeto indicando detalhadamente onde e como os recursos solicitados serão aplicados.

Assim sendo, tanto as debêntures como as ações dão à empresa maior flexibilidade na utilização dos recursos, além de serem vendidas com maior ou menor facilidade em função das expectativas que o seu comprador em potencial possa ter da rentabilidade futura da empresa, como garantia última da remuneração do seu investimento.

As debêntures dão ao seu comprador o direito de receber juros, correção monetária variável, e o valor nominal na data de resgate prevista (a data de vencimento preestabelecida). Assim, a debênture distingue-se da ação preferencial principalmente pela existência do prazo e do valor de resgate pela empresa.

Para a empresa, a debênture apresenta a vantagem de ser uma alternativa de obtenção de recursos a longo prazo, ou seja, para investimento ou giro permanente e a custo fixo, representado por juros presumivelmente conhecidos de antemão. Além disso, há a flexibilidade permitida pela inexistência de obrigação em aplicar os recursos de uma forma predeterminada.

financiamento para empresa

Crowdfunding

O crowdfunding é uma forma de financiamento para empresa, onde organizações e indivíduos interagem com outros indivíduos e comunidades para angariar uma quantia fixa de dinheiro como empréstimo, doação ou investimento.

Algumas empresas podem recorrer ao crowdfunding para obter o apoio necessário a um novo projeto ou ideia. Na maioria das vezes, o crowdfunding exige que o financiamento seja angariado durante um determinado período de tempo, através da rede social digital.

Os participantes, ou apoiadores, como são frequentemente chamados, comprometem um valor mínimo para o fundo e podem receber uma recompensa por sua contribuição.  Essas recompensas muitas vezes escalam com base no tamanho da doação para incentivar doações mais altas.

Muitas pessoas associam crowdfunding como uma forma fácil ou gratuita de ganhar dinheiro. É necessário muito esforço para estabelecer um projeto que os apoiadores perceberão como um serviço valioso.

O sucesso nem sempre é garantido e, à medida que o crowdfunding se torna cada vez mais comum, os apoiadores se tornam mais perspicazes com os projetos que escolhem apoiar.

Nem todos os projetos conseguem ter sucesso, e poucos deles realmente obtêm quaisquer níveis significativos de financiamento.

A perspectiva de buscar crowdfunding como uma oportunidade de captação de recursos se origina de uma empresa ou indivíduo que tenha uma ideia ou produto que precise de dinheiro para se tornar disponível aos consumidores.

Muitos projetos com ideias excelentes acabam fracassando, enquanto outros simplesmente florescem além de todas as expectativas. Projetos de crowdfunding tendem a seguir mais um método viral de crescimento e, como tal, são imprevisíveis sem o marketing adequado.

 

Adicionar comentário