Mercado brasileiro de Startups

O mercado de startups vem se apresentando como um importante ramo de investimento, dado que conta com sua constante busca pela inovação nos mais variados tipos de serviços, os quais são usualmente praticados através do auxílio de tecnologias, o que promove processos rápidos e de menor custo para o usuário.

No Brasil esta área vem demonstrando forte crescimento ao longo dos últimos anos, especialmente em 2018, quando o número de empreendimentos dobrou, os quais contam com o objetivo voltado a diversos nichos, apresentando soluções diferenciadas que auxiliam o país a se destacar neste mercado.

O que é o mercado startup

O mercado startup está relacionado às empresas que agem dentro deste modelo específico, o qual se difere das tradicionais, dado os meios que utiliza para produzir o que oferece e a diferença com que capta e mantém seus clientes.

Startups apresentam grande investimento em questões tecnológicas, apostando em maneiras diferenciadas de resolver as mais variadas problemáticas, assim como os utilizam na comercialização do que produz.

A ideia principal de startup é inovar. Sua função no mercado é apresentação de novas respostas, mais tecnológicas e interessantes que chamem a atenção do consumidor.

Deste modo, não é a toa que os indicadores mostram este tipo de mercado com resultados referentes a um crescimento de 200% ao ano, muito diferente de empresas tradicionais que usualmente apresentam uma média de 20% de crescimento anual.

 Os unicórnios no Brasil

Unicórnios é o nome designado a todas empresas startups que alcançam resultados anuais extremamente positivos, passando a valer mais do que um bilhão de dólares.

No Brasil, embora este tipo de empreendimento exista há algum tempo, foi apenas no ano passado, em 2018, que o país apresentou empresas com o rendimento apto para serem denominadas como unicórnios.

Entre os unicórnios brasileiros cita-se a empresa de transporte 99, assim como a de serviços financeiros, Nubank, a qual representou ao final do período uma avaliação no valor de mais de dois bilhões de dólares.

Dado este acontecimento e o crescente aumento deste mercado no país, espera-se que ocorra um amadurecimento do profissional desta área, permitindo que mais e mais empresas brasileiras possam ao longo dos anos seguintes tornarem-se unicórnios.

O setor de startup no Brasil

A área do startup no Brasil vem crescendo devagar ao longo dos anos, mas vem apresentando resultados visíveis tal como se demonstra através do crescente número de empresas que estão se classificando como unicórnio, realidade muito diferente do que acontecia apenas alguns anos atrás.

Dentre as áreas demográficas que se destacam neste setor, observamos que a região sudeste é a que mais apresenta a concentração deste tipo de empresa, sendo o estado de São Paulo o líder, representando 41% das existentes no país.

Outros estados também apresentam resultados interessantes, como Minas Gerais que representa 12% dos startups brasileiros, seguido pelo Rio de Janeiro, o qual conta com 9,7% das empresas deste ramo.

Entretanto, mesmo que o estado de São Paulo lidere na área, sua capital não é a que mais se destaca, perdendo o cargo para a cidade de Florianópolis, capital de Santa Catarina no sul do país, a qual se pontou sendo a primeira a receber um evento de startup no país, o Startup Summit, nos dias 12 e 13 de julho de 2018.

As pesquisas a respeito do setor no Brasil são feitas pela ABStartups, a Associação Brasileira de Startups, a qual demonstrou em suas últimas pesquisas que o país avança de modo interessante dentro deste mercado, apresentando um crescimento que representa mais que o dobro do tal de empresas entre os anos de 2012 e 2018.

Existe ainda o entendimento quanto à possibilidade de, ao menos outras quinze mil empresas deste ramo estarem em fase inicial, o que significa que ainda não estariam cadastradas e, portanto, não foram consideradas nas mais recentes pesquisas sobre a temática.

O investimento em Startup no Brasil

A cada ano as empresas startups no Brasil tem melhorado seu recebimento de investimento nas mais diversas áreas entre as quais se dividem as empresas.

Sabe-se que mais do receber um determinado valor é preciso saber como aplica-lo da melhor forma ao negócio, pois mais do que capital, os investimentos representam possibilidades de crescimento profissional e experiência para os empresários.

Segundo a ABStartups, os investimentos recebidos pelas empresas brasileiras vêm demonstrando um crescimento interessante nos últimos anos, dado que diferentes fundos de investimento vêm apresentando interesse pelas empresas do país.

Um exemplo destes é a empresa ViajaNet, a qual se dá como uma das que obteve capital investido pela Redpoint eVentures, um dos fundos mais conhecidos do Vale do Silício, o qual gerencia pouco mais que dois bilhões de dólares anuais.

Além dos fundos mais conceituados, observa-se também o crescimento de plataformas online, as quais permitem o investimento dos sujeitos em diversas empresas startup.

Comente suas dúvidas sobre gestão contábil! Conte-nos o que achou dessas dicas.

Adicionar comentário