REFIN e PEFIN

REFIN e PEFIN: você sabe o que é?

Alguns novatos na área de finanças podem ter algumas dificuldades com algumas siglas que não sejam muito conhecidas de seu vocabulário usual. Isso porque alguns termos não surgem com tanta frequência e exigem uma pesquisa quando aparecem na rotina do gestor.

Há duas siglas importantes, principalmente quando falamos sobre dívidas vencidas: REFIN e PEFIN. Por meio deles se torna possível formar um banco de dados acerca dos débitos existentes que já venceram e que ainda não foram pagos.

Conhece esses termos? Se ainda não, vamos apresentá-los a seguir e tirar suas dúvidas sobre esse tema. Então boa leitura e aproveite o conteúdo!

O que é PEFIN?

O PEFIN diz respeito a um tipo de serviço no qual a empresa poderá consultar as dívidas pendentes existentes. É possível obter informações sobre o atual débito do cliente, com valores devidamente atualizados.

Também é por meio dele que se torna possível encontrar o cadastro do cliente, seja ele pessoa física ou jurídica. Assim, facilita-se a comunicação com a pessoa em questão, por uma carta-comunicado.

Por meio dela, será possível orientar o cliente sobre o pagamento, aumentando as chances de resolução do problema e redução da inadimplência.

Essa forma de contato também permite incluir um boleto, já com o valor corrigido, bem como inserir descontos, caso haja. Assim, é possível ir até o cliente, sem burocracia, para a resolução da questão pendente.

O que é REFIN?

O REFIN tem uma função bem semelhante, porém, destinada às instituições financeiras e bancos. Dessa forma, essas empresas conseguem, por exemplo, verificar se há pendências relacionadas ao cartão de crédito ou ao cheque especial, já vencidas, devidamente registrado no cadastro.

Qual a importância de ambos para o controle financeiro e orçamentário do negócio?

Um dos principais problemas da maioria das empresas diz respeito à inadimplência de seus clientes. Isso porque os débitos existentes comprometem o fluxo de caixa da instituição e, consequentemente, o capital de giro do negócio. Em alguns casos, pode até mesmo levar o negócio a falência.

Por exemplo, se a sua empresa conta com o recebimento de determinados valores para aquele período, mas é drasticamente reduzido devido ao atraso ou dívidas em aberto dos clientes, será preciso utilizar alguns recursos não esperados para conseguir honrar os compromissos do negócio (empréstimos, financiamentos, antecipação de recebíveis, entre outros).

Com uma boa gestão de dívidas, avaliando quais são as que acabaram de vencer e entrando em contato com seus clientes, é possível minimizar esses índices e conseguir melhores resultados.

Além disso, é possível prevenir possíveis danos a seu negócio. Por exemplo, você poderá recusar operações financeiras que sejam mais arriscadas. Se uma pessoa tem um perfil devedor, provavelmente poderá ser inadimplente com seu negócio.

Entendeu o que são REFIN e PEFIN?

Sendo assim, ceder crédito para pessoas nesse perfil, sejam elas físicas ou jurídicas, poderá incorrer em um risco elevado de problemas. E não é isso que você deseja, não é mesmo?

Por isso é fundamental contar com esses sistemas, que auxiliam os gestores financeiros a identificarem perfis de risco, os que apresentam maior segurança para oferecimento de crédito e conseguir contactar os clientes em caso de problemas, já facilitando a negociação da dívida. Assim, é possível conseguir transações mais confiáveis e tranquilas.

Tem alguma dúvida sobre estes dois sistemas? Deixe nos comentários e responderemos a você!

Adicionar comentário