sacador avalista

O que significa sacador avalista?

Muitos gestores, ao começarem a trabalhar com novas formas de pagamento, principalmente boletos, ficam confusos com alguns termos que não são muito comuns no dia a dia. Muitos deles são familiares apenas para os especialistas na área financeira e contábil.

Um deles é o “sacador avalista”, que está presente em boa parte dos boletos e que deve ser conhecido pelos gestores responsáveis pelas empresas. Afinal, todo conteúdo é bem-vindo para auxiliar em um melhor controle e conhecimento sobre a organização.

Continue lendo e entenda o que significa este termo e saiba mais sobre questões que envolvem essa área.

O que significa ser sacador avalista?

Este é um termo bastante comum no mercado financeiro, mas que pode não ser tão comum para muitas pessoas. Está intimamente ligado com os boletos bancários e respectivas transações financeiras.

Em primeiro lugar, é preciso entender o que é o sacador. Ele diz respeito ao responsável por pagar o boleto.

O sacador avalista é aquele, seja ele pessoa física ou jurídica, a quem a cobrança é destinada. Ou seja, é o cliente original. É importante frisar que é o cedente original do título, quando este é endossado para terceiro.

Ficou confuso? Explicaremos melhor com um exemplo. Vamos supor que você utilize uma empresa especialista em processamento de pagamentos. Quando ela emitir o documento, é o nome dela que aparecerá como cedente.

Já a sua organização, por ser o cedente original do título (afinal, é para a sua empresa que o cliente estará realizando o pagamento), aparecerá como sacador avalista logo abaixo do nome da empresa pagadora.

Qual a diferença entre sacado e cedente do boleto bancário?

Alguns termos que estão relacionados com esse tema são o sacado e o cedente do boleto bancário. O primeiro, como falamos acima, diz respeito ao responsável pelo pagamento do documento. Ou seja, é o cliente que realizou a compra em seu negócio e irá honrar o compromisso financeiro firmado na emissão do documento.

Já o cedente diz respeito à pessoa (seja ela física ou jurídica) que é responsável pela venda, emissão e cobrança do boleto. E, consequentemente, é o beneficiário que receberá o valor em sua conta quando o título for pago.

De forma mais simples: o sacado é o cliente que paga o boleto. Já o cedente é o vendedor, responsável pela emissão do título.

Por que utilizar uma plataforma de intermediação de pagamento?

Esses termos são muito comuns quando a organização utiliza uma plataforma responsável por fazer a intermediação do pagamento entre o cliente e a organização. Com a popularização da internet, esse tipo de plataforma se tornou cada vez mais popular.

E não é para menos. Afinal, elas auxiliam na vida do empreendedor, oferecendo soluções mais práticas e menos burocráticas, que permitam uma melhor gestão dos pagamentos da sua organização.

Os sistemas são seguros, de forma que além de praticidade, você poderá oferecer para seu cliente a segurança necessária para a realização de transações financeiras entre as partes, diminuindo a complexidade na emissão de boletos, simplificando processos.

Contar com uma empresa parceira para a realização do controle de pagamentos do seu negócio pode ser o diferencial para o crescimento do seu negócio, já que poderá direcionar seus esforços nesse aspecto para outras questões essenciais da organização.

Ficou alguma dúvida sobre este assunto? Deixe nos comentários e responderemos a você!

Adicionar comentário